O líder inspirador não ganha no grito; ele conquista gentilmente o direito de ser ouvido. Não precisa se impor com truculência. Não precisa forçar a barra. Não precisa lembrar a todo momento “quem é que manda aqui”. Na verdade, ele só inspira porque já se tornou uma influência. Embora esteja hierarquicamente acima, ele não está distante das pessoas. Não. Elas consideram sua opinião. Ele é muito mais um mentor do que um simples chefe.

É por isso que as pessoas melhoram depois que convivem com um líder assim. Ele marca as suas vidas para sempre. Pode ser um supervisor, diretor, professor, gerente, pai, mãe, prefeito, governador ou pastor.

Não importa qual função, cargo ou título que se ostente. Quando a liderança é inspiradora, será inesquecível.

Leia os outros textos da série:

Lidere para Inspirar – I

Lidere para Inspirar – II

Lidere para Inspirar – IV